Quando desenvolvemos um projeto de e-commerce, temos inúmeras decisões a tomar sobre qual plataforma escolher, cadastrar os produtos e decidir as estratégias de marketing. Todos esses pontos têm algo em comum: impactam diretamente na performance da loja. 

Assim como os pontos citados, a escolha da plataforma que fará a intermediação de pagamentos é um ponto crucial, e está diretamente relacionada à segurança da sua operação, custos e desempenho das suas vendas. 

Em muitos casos, o lojista não relaciona a escolha de um bom intermediador de pagamento com a experiência que o usuário terá ao comprar seus produtos no e-commerce.

Abaixo, vamos conhecer o que pode impactar no desempenho da sua loja virtual e garantir uma boa jornada de compra para seus clientes.

Intermediação de pagamentos e a jornada do cliente

Sabemos que a jornada de compra é um processo complexo que envolve desde o primeiro contato que sua marca impacta o cliente, até o momento de decisão de compra.

No e-commerce, após a decisão de compra ainda existem algumas etapas até que seu cliente tenha o produto em mãos, por exemplo, o checkout do pagamento e o recebimento do produto pela transportadora parceira. 

É no momento do checkout que o intermediador de pagamento faz toda a diferença, podendo a partir daquele ponto consolidar a venda ou não.

Listamos abaixo quais são os principais pontos que o intermediador de pagamentos impacta no seu e-commerce.

Variedade de opções de pagamento

Disponibilizar várias opções de pagamento é essencial. Condições de parcelamento atrativas e podem se tornar fontes da decisão de compra, aumentando a taxa de conversão da loja.

Outro ponto essencial é o boleto bancário. Mesmo com a popularização de bancos digitais e cartões de crédito, existe uma parcela da população que ainda não tem acesso a estas facilidades ou preferem pagar à vista.

Por ser uma fonte de receita à vista, o boleto bancário também é uma boa ferramenta para o e-commerce dar descontos.

Checkout Guru

Checkout transparente otimizado para a conversão, métricas e integrações para marketing e pós-venda num só lugar.

Saber Mais >
mockup banner datas sazonais

Aprovação de compras fraudulentas

Um dos principais motivos da existência do intermediador de pagamento é a disponibilização de uma análise antifraude de cada transação feita no e-commerce. 

A aprovação de compras fraudulentas é um problema e, se o intermediador não possuir um bom sistema de análise, aliado com analistas experientes, o e-commerce pode ter prejuízo em razão de aproveitadores.

A fraude ocorre quando um cliente realiza um chargeback de forma mal intencionada, mesmo após ter recebido o produto.

Como o direito ao chargeback é garantido por lei, as administradoras de cartão acabam realizando o procedimento sem contestar o cliente sobre a motivação por trás da requisição. Um bom intermediador de pagamento, além de possuir uma análise antifraude para garantir que isso não aconteça, assegurará todas as operações.

Reprovação indevida de compras

O oposto da aprovação de compras indevidas é a reprovação de compras que não são fruto de golpe.

A intermediação de pagamento deve ser feita com muito zelo para que o e-commerce não sofra com chargebacks, garantindo que todas as compras legítimas sejam processadas corretamente.

A reprovação de compras legítimas pelo intermediador de pagamentos, irá impactar negativamente a receita da loja e a experiência de compra do seu cliente, fazendo com que busque um concorrente para adquirir o produto buscado.

Falta de atendimento eficiente aos compradores

Em alguns casos, o cliente final sentirá a necessidade de entrar em contato com a empresa responsável pela intermediação do pagamento para tirar alguma dúvida ou solucionar um problema pontual. 

Um intermediador de pagamento que não possui um canal de atendimento com fácil acesso ao cliente final, causa uma má impressão e frustra o cliente, o que provocará desconforto em relação à compra feita, mesmo que o e-commerce não tenha culpa.

Outra coisa que pode acontecer, é o consumidor ter problemas relacionados ao pagamento e expor o e-commerce em suas Redes Sociais ou ReclameAqui.

O intermediador de pagamento ideal

Como podemos ver, a escolha do intermediador de pagamento deve ter uma dedicação especial de quem está criando um e-commerce, considerando todos os itens apontados e um acompanhamento constante junto à plataforma escolhida.

Em um cenário de popularização de instituições bancárias, formas de pagamento, inúmeras bandeiras de cartão e opções de parcelamento, um bom intermediador deve ter no portfólio uma grande variedade de opções de pagamento e condições para o cliente não desistir na hora de finalizar o pedido. 

Outro motivo que está na essência do intermediador existir e o e-commerce deve colocar no topo das prioridades ao analisar qual intermediador escolher, é o sistema antifraude. 

Como aprendemos, um bom sistema antifraude deve existir para bloquear transações criminosas e evitar que aproveitadores causem prejuízo à loja, sem que isso comprometa a experiência de compradores legítimos. Um intermediador de pagamento seguro e comprometido com o faturamento do seu negócio deve possuir uma alta taxa de aprovação.

Em toda empresa, o atendimento é um ponto importante de contato com o cliente e, no intermediador de pagamento não deve ser diferente. Ter suporte para o consumidor final resolver eventuais problemas ou tirar dúvidas relacionadas ao pagamento, irão ajudar o processo de pós-venda do e-commerce. 

Agora que temos em mãos os principais itens que indicam a qualidade do intermediador de pagamento, devemos estar atentos à escolha responsável desta plataforma tão importante que garante a segurança e fluidez da operação do e-commerce.

*Artigo escrito pela equipe da Yapay: