Suas aprovações de pagamentos podem ser um filtro muito importante para entender o seu negócio, por isso conhecer o que pode afetar essas taxas no seu segmento de atuação é fundamental

A taxa de aprovação é um número importante para qualquer e-commerce. Ela fala de quantos pagamentos são aprovados em relação a todas as tentativas efetuadas. A importância das taxas de aprovação está relacionada ao fato de que um pagamento que não foi completo pode fazer com que o consumidor desista da compra ou tenha a sensação de que não está tendo uma boa experiência, evitando voltar futuramente.

Os fatores que impactam esse índice no e-commerce podem ser diversos. Um sistema antifraude que não é robusto e preparado, por exemplo, acaba bloqueando pagamentos legítimos e fazendo com que as taxas caiam. Já um checkout confuso pode fazer com que o comprador erre na hora de preencher suas informações de pagamento. O resultado? Uma recusa. Por isso, é preciso preparar bem o seu e-commerce para evitar impactos negativos nas aprovações. 

Mas, esse número tão importante também pode variar de acordo com algumas características específicas de cada loja, como o tipo de produto oferecido, o segmento e o negócio. E é preciso estar atento também a esses fatores.

O que pode impactar a taxa de aprovação de pagamentos no segmento do seu e-commerce?

Alguns fatores importantes impactam diferentes segmentos de uma loja digital quando se fala em taxa de aprovação de pagamentos. É imprescindível conhecê-los.

Taxa de risco 

Alguns segmentos, como o de eletrônicos, possuem taxas de risco maiores por conta de sua liquidez imediata no mercado paralelo. Isso faz com que as tentativas de fraude sejam mais altas, impactando diretamente as taxas de aprovação de pagamentos. Dados da ACI Worldwide revelaram que em setembro de 2020, o valor transacional das tentativas de fraude aumentou 0,4%, impulsionado pelas compras de eletrônicos. Neste caso, é essencial procurar por um sistema antifraude que, além da inteligência artificial – o que torna as checagens mais rápidas e robustas -, também conte com revisão manual dos pagamentos.

Ticket médio alto

Segundo o estudo da 42ª edição do relatório Webshoppers, o valor médio para as compras online dos brasileiros cresceu 6%, no primeiro semestre de 2020, passando de R$ 404,00 para R$ 427,00. Essa informação é importante, principalmente porque os segmentos que precisam de atenção para manter boas taxas de aprovação são os de ticket médio mais alto – especialmente quando esse ticket supera o limite de consumo médio pelo cartão de crédito no Brasil. Isso porque sem um sistema antifraude robusto, é comum haver bloqueio de pagamentos por medidas de segurança. Ou seja, aumentam os falsos positivos – pagamentos legítimos que acabam sendo recusados.

Aumento nas fraudes 

Assim como aumentaram os números de consumidores e compras no e-commerce durante a pandemia no Brasil – e ao redor do mundo -, também aumentaram as tentativas de fraude. Isso exige que os sistemas antifraude estejam ainda mais preparados para fazer suas análises. A questão é que se não tiverem as ferramentas certas, podem acabar recusando transações legítimas, o que, é claro, impacta negativamente as aprovações.

Isso tudo mostra o quanto é importante conhecer bem o seu mercado na hora de vender online, já que características específicas podem fazer toda a diferença nos números e resultados apresentados e também ajudam a criar as estratégias certas para o seu e-commerce.

Guru + Mercado Pago

Checkout otimizado para a conversão, métricas e integrações para marketing e pós-venda  num só lugar.

Testar grátis >
mockup banner datas sazonais

Fraudes no e-commerce: como evitá-las e proteger suas taxas de aprovação

Em março deste ano, o comércio eletrônico registrou a maior taxa de fraudes da história, com 3,99%. Isso significa que a cada 100 compras feitas no Brasil, quatro tiveram origem fraudulenta.

Independentemente do segmento ou do tamanho do e-commerce, infelizmente todos estão sujeitos a tentativas de fraudes. Entretanto, é possível aplicar algumas dicas que podem contribuir para dificultar as ações de pessoas mal intencionadas e ajudá-lo a manter altas taxas de aprovação. São elas:

  • Cumprir os requisitos da certificação PCI Compliance e mantê-la atualizada;
  • Ter um histórico de compras e de comportamento dos seus clientes, o que ajuda a entender sua jornada, assim como identificar ações suspeitas;
  • Usar análise de fraudes em boletos, criando um histórico daquele cliente e auxiliando na assertividade do sistema de checagem;
  • Exigir sempre comprovantes de recebimento de mercadorias entregues;
  • Desconfiar de atividades suspeitas, como diversas compras seguidas de um mesmo usuário, cliente que solicita envio de mercadoria no mesmo dia em que fez o depósito ou qualquer coisa fora do normal;
  • Incentivar seus compradores a criarem senhas fortes no cadastro do seu e-commerce;
  • Orientar seus clientes sobre quais os meios oficiais com que você se comunica e ressaltar que sua loja não solicita informações bancárias por esses canais;
  • Ter um sistema antifraude robusto, que combina tecnologia com equipes de revisão manual, garantindo que pagamentos legítimos sejam liberados e tentativas de fraude sejam recusadas.

Garanta altas taxas de aprovação no e-commerce!

Invista em altas taxas de aprovação e garanta uma experiência de pagamento ainda melhor na sua loja digital. Isso ajuda a melhorar o resultado das suas vendas e atrair mais consumidores.

*Artigo escrito pela equipe do Mercado Pago: