Centenas de empreendedores digitais vêm alcançando excelentes resultados e faturando rapidamente entre 6-7 dígitos mensais, mas infelizmente a maioria vai cometer erros básicos de gestão em um determinado momento e a era das “vacas gordas” dará lugar às “vacas magras” novamente.

O que muitos não sabem é que a forma mais rápida de quebrar é crescer de forma desordenada. Tudo começa com uma sucessão de erros básicos e metas irreais que inevitavelmente levam o negócio para o buraco.

Se você quer vencer de verdade e sobreviver nesse mercado, prepare-se para se tornar empresário. Esqueça o glamour da palavra empreendedor e pare agora de cometer os erros básicos a seguir:

Erro #1 – Excesso de Controle

Quem controla demais acaba perdendo a flexibilidade, a visão do todo e, mais importante que isso…o tempo!

É importante fazer acompanhamento do tráfego e das conversões para compreender a jornada do cliente. Mas não adianta ter uma visão detalhista do processo e esquecer os itens que realmente importam. Um erro comum de quem atua no mercado digital, especialmente os que estão começando, é querer controlar tudo de uma só vez.

Conversei outro dia com uma pessoa que só promove 1 produto, mas quer saber quantas pessoas clicaram nos anúncios, quantos passaram no advertorial 1, quantos foram para o advertorial 2, quantos leram o advertorial 3, quantos chegaram na página de vendas, quantos clicaram no botão de compra.

Para isso, ele se apoia em ferramentas de cloaker, back redirect, combinadores de anúncios, várias landing pages. Resultado: criou uma gama de complexidade em um processo que deveria ser simples!

Na prática ele se prende a muitos detalhes, vive afogado de informação e desconhece o que realmente importa: quantas vendas confirmadas a campanha gerou.

Criar pontos de controle é fundamental e algo que você deve fazer em seu negócio. Porém, deve ser implantado aos poucos, à medida que um determinado nível de controle está totalmente absorvido em seu processo. Lembre-se:

Menos é mais.

Caso contrário, a tendência é que você viva sobrecarregado de informações. Estas podem acabar se misturando e distorcendo as métricas que utiliza na hora de decidir escalar ou não suas campanhas. E você sabe: escalar as campanhas erradas custam caro, muito caro, para o seu negócio.

Erro #2 – Não investir no relacionamento com clientes

Você tem uma meta de fazer 1 venda por dia, mas não está conseguindo?

Conquistar novos clientes nunca é fácil e custa cada vez mais caro.

Um dos maiores gargalos financeiros que o empreendedor digital tem que lidar são campanhas que geram milhares de cliques e poucas vendas.

Muitas vezes, vender um infoproduto pode parecer com a árdua tarefa de procurar uma agulha no palheiro, especialmente quando seu público-alvo ainda não está bem definido. É preciso ter muita atenção para não investir R$ 100 para “ganhar” R$ 70 como acontece com muitos por aí. Afinal, uma sucessão de campanhas com prejuízo pode acabar com seu fôlego financeiro e quebrar o negócio.

Um dos maiores ativos de um negócio, são os clientes. É mais fácil vender para alguém que já “conhece” seu produto e sua marca do que vender para quem não te conhece. Quando um cliente está satisfeito com a sua empresa, ele não só é capaz de ouvir com mais atenção o que você tem a ofertar como também indicar seu produto/serviço para os amigos.

Se você está somente olhando para “fora da janela” na hora de vender novos produtos, está deixando de vender para dentro, para sua base de clientes que já foi construída. Pare e pense:

Que outros produtos do meu portfólio também podem agradar o cliente que comprou o produto A?

Se você não cria relacionamento com seu cliente, está dispensando centenas ou milhares de reais em faturamento para seu negócio.

Erro #3 – Dar atenção demais para métricas de vaidade

O mundo digital está cheio de métricas de vaidade:

“Meu site tem uma lista com 10 mil assinantes”.

“Meu anúncio de vídeo no Facebook gerou 2.000 cliques”.

“Meu artigo teve 500 curtidas”.

“Fiz 6 dígitos em 7 dias”.

“Faturei 30 mil reais vendendo na internet…”

A questão é…

Em que esse número te ajuda na tomada de decisão?

Ou melhor: que resultado essa métrica traduz para o seu negócio?

De nada adianta um anúncio no Facebook receber 2.000 cliques, 100 checkouts, 50 vendas geradas e nenhuma venda confirmada. Isso significa que você só jogou dinheiro fora…

Da mesma forma, faturar 30 mil reais, gastar 29 mil em campanha e não sobrar dinheiro sequer para pagar os impostos no fim do mês não é indicador de sucesso algum. Pelo contrário, esse negócio está prestes a ir para o buraco!

Enfim, cuidado com os números que você acompanha. Sempre que definir quais monitorar, reflita quais insights você poderá ter de cada um deles. Enganar-se com métricas de vaidade e tomar decisões baseadas nelas é caminhar a passos largos em direção ao fracasso.

Erro #4 – Negligenciar a Gestão

Um negócio digital de sucesso é sustentado por 3 pilares: gestão, tráfego e conversão.

A maioria dos empreendedores digitais dedica a maior parte do seu tempo gerando tráfego para aumentar suas conversões. Mas acabam negligenciando uma parte importante do processo: a gestão. A gestão consiste basicamente em gerenciar os seus recursos disponíveis para alcançar o resultado desejado, sem isso seu negócio não sobrevive.

Se você fatura 10 mil por mês, mas não entende porque só sobrou 2 mil em caixa, é sinal de que não está fazendo uma gestão financeira adequada. Sem caixa não há como investir em campanhas pagas para gerar novas vendas. O que vai acontecer é que o seu negócio digital ficará no vermelho ou vai quebrar nos próximos meses.

Outro exemplo clássico observado é quando o empreendedor tenta fazer o controle do negócio de forma manual. A falta de uma ferramenta de gestão, faz o empreendedor jogar fora a maior parte do seu precioso tempo tentando manter planilhas atualizadas sobre gastos diários em campanhas, quantidade de boletos pagos no dia e outros dados.

Muito foco na gestão operacional?

Perde-se tempo demais mergulhado no operacional, que não resulta em nada além de métricas imprecisas, e negligencia-se o estratégico que garante a sustentabilidade do negócio.

Afinal, em que momento você, empreendedor, vai investir tempo na criação de novas estratégias de venda se vive preso no operacional?

Quando vai ter tempo de buscar novos produtos para aumentar seu portfólio de oferta? É por isso que a maioria dos empreendedores digitais tem muito sucesso durante um curto período de tempo e depois não conseguem repetir os resultados anteriores.

Enquanto o faturamento caminha para o zero mês a mês, eles se perguntam o que deu errado. O que não percebem é que…

“A operação é importante, mas é a estratégia que te leva para a frente.”

A questão é que lhes falta conhecimento na gestão estratégica do negócio, métricas precisas para embasar suas decisões e ferramenta de gestão para tornar seus processos mais eficientes. Quem negligencia a gestão do seu negócio está condenado a fazer parte do clube dos empreendedores que quebraram seja porque não soube gerir o dinheiro, ferramentas ou as pessoas no negócio.

Conclusão

Se para aumentar lucros bastasse escalar campanhas, não teríamos tanta gente lutando, sem sucesso, para repetir os resultados anteriores. Apesar de ser um trabalho muitas vezes desenvolvido a partir de casa, não quer dizer que não precise ser profissional.

Para sustentar seu negócio, terá de aprender a se preocupar com lucro, ao invés de faturamento como o mercado prega. E isso requer saber detalhadamente quanto gastou para gerar esse faturamento incluindo campanhas, impostos e outros custos.

Se você quer ter sucesso de verdade no mercado digital, precisa deixar de lado o glamour da palavra empreendedor e se tornar empresário. Vai precisar dominar os números do seu negócio, ter visão de longo e médio prazo e saber fazer gestão financeira. Caso contrário, será mais um que levará seu negócio digital para o buraco.